Anos 80: A década subversiva

Como vimos no post sobre década de 70, o multiculturalismo continuava muito presente nesse período, haviam muitos estilos diferentes e todos eram aceitos pela sociedade. Durante a década de 80, diversas influências foram aparecendo como por exemplo,  A moda punk. 

Os adeptos a esse estilo tinham um visual agressivo para a época, não no sentido de violência física, mas visualmente. Os punks ficavam nas portas dos metrôs de Londres, na Inglaterra. Usavam inúmeras tachinhas, spikes, ponteiras de metal, cabelos coloridos e moicanos, meia rastão com buracos, meias coloridas, cintos com tachas e por ai vai.

Considerado também como a década do “tempo livre“, surge a Moda desportiva. Depois da geração “faça amor, não faça guerra” a AIDS  se alastrou e inúmeras pessoas morreram por conta da doença. Surge então essa geração saúde, com roupas desportivas, de ginástica, iam á academia, malhavam, e eram saudáveis, com isso a lycra tornou-se popular. A moda desportiva acaba saindo da academia e vai para o dia a dia das pessoas.

 

Era usado calça jeans com polainas por cima; ia-se para as festinhas com aquelas faixas de ginástica no cabelo; começaram a surgir os aparelhos de ginástica como as barras, e a  bicicleta ergométrica; Os collants eram muito cavados, que serviram como inspiração para os maiôs cavados usados hoje; as polainas também serviram de inspiração para as meias altas que também estão sendo muito usadas hoje em dia. O tênis deixava os looks mais despojados, podendo ser encontrados em diversas cores e formas. O calçado que se popularizou bastante foi o All Star, que até hoje é usado.

Os grupos de RAP,usavam o estilo esportivo, com roupas largas, tênis, calça de ginástica. Mas sempre com muita ostentação, com correntes  e dentes de ouro.

Um outro estilo que marcou a década foi o “yuppie”, com o visual exagerado, esse movimento era composto por workaholics. Alguns acessórios como suspensórios e gravatas coloridas não poderiam faltar no vestuário das pessoas adeptas ao estilo “yuppie”.

Época marcada também pelas mulheres entrando no mercado de trabalho e conquistando cargos de chefia. Os looks dessas mulheres eram principalmente os tailleurs,  pois ofereciam uma aparência poderosa e alinhada para as mulheres que estavam em busca de trabalho. O grande responsável por vestir essa mulher bem sucedida da década de 80 foi o estilista italiano, Giorgio Armani.

O filme sex in the city  começa e se torna um grande sucesso e referência para a moda da época. E também The Carrie Diaries

Sex in the city

 

Madonna também era uma grande influênciadora, misturava diversos elementos da moda  fetiche, punk e desportiva.

Mas a grande personalidade da época (e do século) foi a Lady Di. A querida, princesa Diana.

Houve também nos anos 80, a invasão dos japoneses, americanos, ingleses, alemães e italianos.

Os japoneses, que já “rondavam” o mundo da moda desde o final dos anos 70’s, chegaram trazendo muito contraste para a moda. Alguns nomes como  Yohji Yamamoto, Issey Miyake e, especialmente Rey Kawakubo romperam todos os paradigmas da moda com suas criações com desconstrução, luxo, riqueza e culto ao corpo.

A década de 80 ficou conhecida como a década dos estilistas. O marketing e a publicidade assumiu o lugar do design e fez com que o estilista alcançasse o sucesso.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s